Pílula do dia seguinte – Como funciona? Como tomar?

O que é a pílula do dia seguinte? Para que serve?

A pílula do dia seguinte é um método emergencial, usado para evitar gravidez após a relação sexual não segura.

A pílula também é usada quando há falha no método contraceptivo regular (falha no preservativo por exemplo) ou o medicamento anticoncepcional é esquecido ou tomado de forma irregular.

A pílula do dia seguinte pode ser composta por Levonorgestrel ou por Acetato de Ulipristal, ambos atrasam ou inibem a ovulação.

Uma das principais diferenças entre as composições está no prazo limite de eficácia.

A pílula composta de Levonorgestrel pode ser usada até 3 dias (72 horas) após a relação sexual.

Já a pílula composta por Acetato de Ulipristal pode ser usada em até 5 dias (120 horas) após a relação sexual desprotegida.

No entanto, é importante lembrar que, independente da pílula escolhida, a eficácia sempre será maior quanto mais rápido for administrada.

Com o passar dos dias, a eficácia de das pílulas, de ambas composições, podem ser comprometidas.

Como funciona a pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte funciona como inibidor, adiando a ovulação e dificultando a entrada do espermatozoide no.

Além disso, a pílula também pode alterar os níveis hormonais depois da ovulação.

Como a pílula serve para adiar e inibir a ovulação ela não terá efeito se a fecundação já tenha ocorrido. Sendo assim, a pílula do dia seguinte não irá interromper uma gravidez em andamento.

Como tomar a pílula do dia seguinte

Como já comentado, a pílula do dia seguinte deve ser usada para evitar uma gravidez indesejada apenas em casos emergenciais.

A pílula do dia seguinte pode ser tomada durante qualquer período do ciclo menstrual. Pode ser ingerida com água ou outros alimentos e bebidas.

Há apresentações que contém apenas 1 comprimido e outras que possuem 2 comprimidos.

Para o tipo que tem apenas uma pílula o procedimento é simples, ingerir a pílula do dia seguinte, depois da relação sexual, em até 72 horas (Levonorgestrel) ou em 120 horas (Acetato de Ulipristal), dependendo do tipo de hormônio constante na composição da pílula.

Veja também: Deocil SL – Para que serve? Como funciona? Serve para cólicas?
Veja também: Toragesic – Para que serve? Dá sono? Serve para dor?

Pilula Neodia Minipil-2 Post Levornogestrel

Já a pílula do dia seguinte que possui 2 comprimidos a posologia é a seguinte: A primeira deve ser tomada logo após o ato sexual, e a segunda depois de 12 horas da ingestão da primeira pílula.

Lembre-se que quanto mais breve possível a ingestão da pílula, maior sua eficácia, sendo a maior eficácia entre as primeiras 12 a 24 horas.

Não é recomendado tomar mais de uma pílula do dia seguinte por mês.

Isso pode acarretar na perda da eficácia, aumentando o risco de uma gravidez indesejada.

Além disso, a pílula do dia seguinte possui uma alta dosagem de componentes hormonais, podendo assim, causar reações adversas. (Veja o tópico “Efeitos colaterais e reações adversas”)

É importante lembrar que o comprimido deverá ser ingerido inteiro, nunca cortado ou mastigado.

Não restrição de idade quanto ao uso da pílula do dia seguinte. A mulher poderá tomar a partir do momento em que tem uma vida sexual ativa até o fim da vida fértil dela.

Antes de fazer uso de qualquer método hormonal contraceptivo procure ajuda profissional da saúde.

Contraindicações da pílula do dia seguinte

As pílulas do dia seguinte, em geral, têm uso contraindicado para mulheres com:

  • Doenças do sangue
  • Hipertensão arterial
  • Obesidade mórbida
  • Problemas vasculares

Além de poder sofrer com maiores complicações dessas doenças, a eficácia é diminuída nas mulheres que fizerem o uso da pílula do dia seguinte com alguma dessas condições.

O uso nesses casos depende de avaliação individual.

Além disso, outra coisa que pode ser prejudicial, se combinados com a pílula do dia seguinte é o uso de cigarro.

A pílula com estrogênio é um vasoconstritor, ou seja, ela contrai os vasos sanguíneos. Acontece que a nicotina contida no cigarro também causa esse efeito.

O uso em conjunto desses dois elementos aumenta o risco de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), também conhecido como derrame e trombose.

Outras contraindicações podem ser indicadas pelo ginecologista, que avaliará caso a caso.

Não faça uso da pílula do dia seguinte após prazo limite ou se tiver certa de sua gravidez. Embora não haja muitos estudos sobre o assunto, o uso da pílula do dia seguinte nesse caso poderá causar males à mulher, ao feto e até um possível aborto.

Procure sempre orientação do seu médico antes de tomar qualquer médico no período de gravidez.

Efeitos colaterais e reações adversas

Os efeitos colaterais mais comuns com o uso da pílula do dia seguinte são:

  • Antecipação ou atraso da menstruação
  • Cansaço excessivo
  • Dor de cabeça
  • Dor no corpo
  • Dor nos seios
  • Diarreia
  • Leve sangramento vaginal irregular
  • Náusea (Enjoo)
  • Tontura
  • Vômito

Essas reações adversas poderão ser notadas na primeira vez que for ingerida a pílula do dia seguinte. Ou até mesmo quando usada com uma frequência muito baixa.

Após o uso da pílula do dia seguinte é normal que a menstruação fique desregulada por algum tempo.

O ideal é observar estas alterações e se possível anotar na agenda ou no celular as características da menstruação, para poder mostrar ao ginecologista numa consulta. Saiba mais sobre os efeitos colaterais da pílula do dia seguinte.

Anote as alterações e efeitos colaterais vivenciados após a ingestão da pílula do dia seguinte. Depois, informe ao seu médico ginecologista.

Interação com outros medicamentos

A pílula do dia seguinte pode ter interações com os seguintes medicamentos:

  • Anticonvulsivos (Fenobarbital, Fenitoína, Primidona e Carbamazepina)
  • Alguns antibióticos (Rifampicina e Rifabutina)
  • Antifúngico Griseofulvina
  • Antiviral Ritonavir
  • Plantas medicinais contendo Hypericum Perforatum (erva de São João)

Uma das pílulas do dia seguinte contem Levonorgestrel, hormônio que poderá aumentar o risco de toxicidade da Ciclosporina.

Sempre informe ao seu médico se você está fazendo ou fez uso recente de algum outro medicamento. Também informe seu médico se estiver fazendo tratamento com plantas medicinais ou medicamentos fitoterápicos.

Quanto mais bem informado seu médico estiver, melhor será sua indicação de pílula, pois ele evitará quaisquer interações possíveis.

como funciona Diad Pilula do dia seguinte Pozato o que é

Superdosagem

A pílula do dia seguinte só deve ser tomada mais de 1 vez com um intervalo mínimo de 30 dias.

Se for usada mais de 2 vezes no mesmo mês ela poderá aumentar incidência das seguintes doenças:

  • Câncer de mama
  • Câncer de útero
  • Complicações em uma futura gravidez
  • Embolia pulmonar
  • Trombose

Cuidados, precauções e armazenamento

Mantenha a pílula do dia seguinte em um local afastado da luz do sol e da umidade. Conserve em temperatura ambiente (entre 15º a 30º) para evitar alterações em sua consistência.

Se observar alguma alteração no medicamento, tais como mudança na cor, no cheiro ou na textura, não faça uso da pílula e procure um farmacêutico para verificar sua integridade.

Sempre verifique a data de validade na embalagem do produto, jamais use um medicamento se a data de validade estiver vencida.

Siga sempre as orientações de uso do medicamento, nunca excedendo a quantidade recomendada pelo seu médico.

Mantenha qualquer medicamento longe do alcance de crianças.

Postinor Uno funciona Pilula do dia seguinte Postinor-2 como usar

Nomes das principais pílulas do dia seguinte

As principais pílulas do dia seguinte são:

  • Diad (Levonorgestrel)
  • EllaOne (Acetato de Ulipristal)
  • Minipil-2 Post (Levonorgestrel)
  • Pilem (Levonorgestrel)
  • Poslov (Levonorgestrel)
  • Postinor Uno (Levonorgestrel)
  • Postinor 2 (Levonorgestrel)
  • Pozato (Levonorgestrel)

Pílula do dia seguinte preço

O preço das pílulas do dia seguinte varia entre R$ 5,00 a R$ 35,00. A variação costuma estar relacionada com a apresentação, a composição, o laboratório, a cidade e o local onde este é comercializado.

Informações adicionais e dúvidas frequentes

A pílula do dia seguinte pode ser comprada sem prescrição médica?

Você poderá encontrar pílula do dia seguinte em qualquer farmácia. Não é necessário prescrição médica para a compra. Além disso, você também pode conseguir a pílula em postos de saúde.

No entanto, apesar de poder ser comprado sem receita, este medicamento só deve ser usado sob orientação médica.

Tomei a pílula, quais as chances de engravidar?

Quando usada corretamente, e dentro das primeiras 24 horas, a pílula do dia seguinte tem em média 95% de efetividade.

Outros métodos contraceptivos possuem mais de 95% de efetividade, como anticoncepcional e preservativo.

A pílula do dia seguinte não é um método contraceptivo para ser usado de maneira recorrente. Como já mencionado, a pílula deve ser usada em caso de emergência.

A pílula do dia seguinte causa infertilidade?

Não há comprovação de que o uso esporádico da pílula cause infertilidade.

No entanto, não faça o uso inadequado e procure seu médico antes de tomar qualquer medicamento.

A pílula do dia seguinte corta o efeito do anticoncepcional?

Não, mesmo depois da ingestão da pílula do dia seguinte, o anticoncepcional deve continuar sendo tomada regularmente até o final da cartela.

Observe se sua menstruação está regular após o final da cartela. Caso a menstruação não aconteça, consulte seu médico ou ginecologista.